terça-feira, 25 de junho de 2013

APROVEITAMENTO INTEGRAL DOS ALIMENTOS

“Desperdício de alimentos” tem sido tema constante na Televisão. Os números são impressionantes e me fez para pra pensar e agradecer pela comida de todo dia. Em um país onde ainda existem pessoas que passam fome todos os dias, saber que todos os brasileiros poderiam ser alimentados durante uma década se não fosse o desperdício de alimentos é um absurdo.
O desperdício já começa no momento da produção, onde uma parte do alimento que nasceu “defeituoso” é descartado pois não tem mais valor comercial. Uma laranja, por exemplo, rasgada, com a casca aberta não será comprada por mim, por você nem por consumidor nenhum no supermercado, não é mesmo?
Você já parou pra avaliar quanto de alimento é desperdiçado na sua própria casa? Vamos fazer a nossa parte?

  1. O primeiro passo para evitar o desperdício é se planejar para o momento das compras. Ter em mente mais ou menos o que vai ser cozinhado durante a semana pode ajudar na hora das compras. Fazer uma lista de compras também ajuda para que não se compre em excesso: compre o que vá utilizar para 2 ou 3 dias, no máximo. Produtos de hortifrúti se perdem rapidamente.
  2. Vá ao supermercado nos dias da semana que chegam os alimentos e vá cedo. Assim, poderá adquirir alimentos mais frescos e que não foram tão apertados por outros consumidores.
  3. Fique atento às promoções relâmpago e ao prazo de validade. Se o prazo de validade estiver vencendo, os mercados passam a vendê-los por preço menor, o que ilude o consumidor que acaba comprando em grande quantidade e que se perderá, uma vez que o prazo de validade está se esgotando.
  4. Higienize os alimentos e armazene-os adequadamente. Alimentos que devem ser guardados em geladeira devem estar embalados em saco plástico, isso evita que os alimentos ressequem devido a baixa temperatura. Alimentos em conserva que não foram totalmente utilizados devem ser transferidos para outro recipiente junto com o líquido, pois este contém conservantes que vão proteger o alimento por mais tempo. Carnes cozidas podem permanecer na geladeira por 3 dias. Biscoitos devem ser armazenados em recipientes fechados (dica: coloque um pedacinho de pão dentro do recipiente, ele irá absorver mais umidade do que os biscoitos, permitindo que fiquem sequinhos). Observe o modo de conservação na embalagem dos produtos assim como o prazo para consumo depois de aberto.
  5. Em casa, armazene os alimentos de forma que aqueles que vão vencer primeiro fiquem na frente daqueles que vencem mais tarde.
Algumas dicas na hora de escolher os alimentos:
  • quiabo: quebrar a ponta do quiabo é um erro comum. Dessa forma, ele se perde mais rapidamente. O ideal é que o quiabo esteja brilhante e com os pêlos presentes e firmes.
  • maçã, mamão e pêra: qualquer manchinha na fruta é sinal que ela vai se perder rapidamente.
  • banana: pode ter manchinhas pretas, vai amadurecer rapidamente mas não vai perder o sabor e a qualidade.
  • abacaxi: excepcionalmente, o abacaxi deve ser apertado para saber se está maduro ou não. A base deve estar mais mole e úmida e deve afundar um pouquinho ao apertá-la.
  • laranja: deve estar lisinha e brilhante. As laranjas com aparência mais enrugada possuem menos suco.
Abaixo algumas receitas para aproveitarmos melhor os alimentos que temos em casa! Espero que gostem, beijinhos ;*
RECEITAS
Aproveitando a sobra de pão francês: Falsa mini pizza.
Ingredientes:
- pão francês um pouco endurecido que seria jogado fora.
- tomate ou molho de tomate.
- queijo muzzarela.
- azeitonas verdes ou pretas.
- orégano.
- azeite.
Modo de preparo: cortar o pão em rodelas finas e distribuir em tabuleiro. Regar as rodelas de pão com um fio de azeite. Cobrir cada rodela de pão com o queijo, o tomate, o orégano e as azeitonas. Levar ao forno e servir.
Suco de couve com limão
Ingredientes:
5 limões
500g de couve
1 litro de água
açúcar a gosto

Modo de preparo:
Esprema os limões e coe. Bata no liquidificador junto com a couve e a água e coe novamente. Adoce a gosto

Nutrientes: Vitamina A, C e B1, Folato, Sódio, Potássio, Fósforo, Cálcio e Magnésio
Bolinho de arroz
Ingredientes:
2 xícaras (chá) de arroz cozido
1 colher (sopa) de cebola picada
1 dente de alho
2 colheres (sopa) de salsinha picada
2 ovos
1 xícara (chá) de farinha de trigo
sal a gosto

Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes e forme os bolinhos. Asse em forno médio por 30 minutos ou frite em óleo quente.

Nutrientes: Vitamina A, Folato, Iodo, Potássio, Sódio, Fósforo, Cálcio, Magnésio e Selênio

Falso feijão tropeiro
Ingredientes:
1 cebola picada
2 dentes de alho amassado
1/2 pimentão picado
3 colheres (sopa) de óleo
1 xícara (chá) de farinha de mandioca
2 ovos cozidos
sal a gosto
1 1/12 xícara (chá) de feijão cozido

Modo de preparo:
Refogue a cebola e o alho. Acrescente o feijão e a farinha de mandioca a té obter uma farofa solta. Para finalizar, decore com os ovos cozidos em pedaços

Nutrientes: Vitamina C, Folato, Potássio, Sódio, Fósforo e Cálcio
Dicas: Pode se acrescentar carne desfiada
Assista aqui o programa do Globo Repórter sobre desperdício de alimentos na íntegra.
Conheça  aqui o Projeto Mesa Brasil, que recolhe alimentos bons que seriam jogados fora e fazem doações para quem precisa.

2 comentários:

  1. Essas receitas são muito interessantes pois podem ser feitas no dia a dia.
    Daniela Gomes

    ResponderExcluir